Guia Suno Dividendos é apresentado na Livraria Cultura

Leitores e escritores dialogam como se fossem amigos de longa data. [Foto: Emerson Castro]
Leitores e escritores dialogam como se fossem amigos de longa data.

Após ser lançado como e-book em dezembro de 2017, o Guia Suno Dividendos ganha versão impressa pela Editora CLA. As vendas iniciaram em setembro de 2018, mas o lançamento formal ocorreu um mês depois, num evento de alto valor simbólico para os envolvidos neste projeto literário.

Escrever é um ato solitário. Mesmo quando um livro é escrito em coautoria, isto não significa necessariamente que os dois autores se reúnem para escrever um livro juntos. O Guia Suno Dividendos é uma síntese do pensamento do Tiago Reis: ele me passou todos os pontos e coordenadas, feito um engenheiro civil que determina a seção de pilares e vigas de um edifício. Eu envelopei a estrutura feito um arquiteto, lhe dando o acabamento e a feição de um livro que, sem esforços complementares, jamais seria escrito.

Desde o princípio a intenção do Tiago era lançar o Guia Suno Dividendos na forma de e-book. Aceitei o desafio alimentando discretamente o desejo de ver o livro ganhando a versão impressa. Felizmente este também foi o desejo de muitos leitores que avaliaram positivamente a obra no site da Amazon.

Então começou a segunda etapa do trabalho, desta vez em parceria com Fabio Humberg, da Editora CLA. Passamos semanas desenvolvendo a versão impressa e evoluída do Guia Suno Dividendos, que contaria com o conhecimento técnico de alguém com experiência comprovada no mercado de livros, a ponto de conseguir reservar um espaço nobre na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi em São Paulo para formalizar o lançamento da obra.

A jornada por uma breve noite

Depois de meses corridos de desenvolvimento, finalmente o grande dia chegou. A data 23 de outubro de 2018 será lembrada com carinho. Eu e o Tiago passamos mais de três horas recebendo amigos, parentes e leitores que se tornaram novos amigos. Foi uma experiência muito prazerosa e uma troca de ideias enriquecedora.

Passamos dias, semanas, meses trabalhando sozinhos. Então, tivemos a chance de estar com os leitores por um dia, ver seus rostos e saber um pouco de suas histórias. Fiquei impressionado com o interesse do Tiago em perguntar detalhes da trajetória de cada um, prestando atenção no que os nossos “irmãos em livro” falavam.

Não temos como apresentar todos aqui, mas apertamos a mão de estudantes universitários que passaram na livraria antes de seguir para a faculdade, jovens médicos iniciando a carreira em São Paulo; executivos que saíram tarde das empresas e nos visitaram antes de voltar para casa, advogados sempre muito bem vestidos e até uma jovem especialista em alfaiataria masculina, a Larissa, que ainda não fez seu primeiro aporte no mercado de capitais.

Soubemos do arquiteto Henrique que ele presta serviços para empresas do setor financeiro, e que ingressou na Bolsa de São Paulo após conversar com uma corretora durante uma reunião em pleno canteiro de obras. E pessoalmente descobri que o Tiago Reis já foi criança. Seu pai, Sergio, confidenciou que ele já tinha o desejo de empreender ainda na tenra idade, intencionando abrir uma padaria onde ele ficaria no caixa.


Tiago Reis, fundador da Suno Research; Danilo Bastos, coautor do Guia Suno Fundos Imobiliários e Jean Tosetto (quem?). [Foto: Renata Bastos]
Tiago Reis, fundador da Suno Research; Danilo Bastos, coautor do Guia Suno Fundos Imobiliários e Jean Tosetto (quem?).

Livros e seus encantamentos

O lançamento de um livro tem essa capacidade de reunir pessoas de crenças, culturas e origens diversas, permitindo que elas conversem como se fossem amigas de longa data. Leitores descobrem que escritores são pessoas de carne e osso, ficam com sede e tremem na hora de escrever uma dedicatória para um tio querido.

Por outro lado, escritores se sentem aliviados por saber que seus livros serão manuseados por gente como a gente, num gesto de admiração espontânea e recíproca. Eles não estão escrevendo para o vácuo do espaço sideral, mas para semelhantes com o sincero desejo de aprender – um desejo que leva o jovem Pedro a vir de Atibaia para São Paulo especialmente para participar do lançamento do livro.

Um casal de Brasília, de passagem pela cidade, esticou a estadia para conversar sobre investimentos com outros investidores, não apenas aqueles sentados atrás da mesa de autógrafos. Eles estavam fazendo networking? Sim. Porém, mais do que isso: estavam celebrando bons momentos que a vida reserva para quem gosta de livros.

De novo: dividir para multiplicar

Nossa cristalina vontade é que o Guia Suno Dividendos chegue até cada lar brasileiro, para que milhares de trabalhadores e suas famílias possam descortinar diante de si um universo de possibilidades para planejar o futuro em termos previdenciários, com crescente autonomia e independência frente aos sistemas públicos e privados de aposentadoria.

A estratégia de investir em empresas de capital aberto que pagam dividendos, bem como em fundos imobiliários que geram renda passiva consistente e regular, não oferece resultados imediatos e não evita plenamente os riscos inerentes dos aportes em renda variável. É preciso ter disciplina e paciência para superar eventuais adversidades através da diversificação das compras de ações e cotas, uma vez que provavelmente uma ou duas escolhas de uma carteira sensata produzirá resultados altamente positivos e compensadores no longo prazo.

O longo prazo pressupõe diversidade

Nosso livro foi concebido justamente focando no longo prazo e, ao menos em seu lançamento, ele foi parar em mãos de dois personagens cuja diferença de idade supera os setenta anos.

O menino Enzo Dorigon, de apenas onze anos, veio com seus pais. Ele fez questão de tirar uma foto com o Tiago Reis. Ao saber que eu também era autor do livro, veio me perguntar como aprender a escrever bem. Respondi que minha professora da escola primária pedia uma redação por semana para toda a sala de aula, mas para mim ela pedia duas. Portanto, a prática é aliada do tempo, e o tempo é o ativo mais precioso que temos. Sob este ponto de vista, o Enzo era o sujeito mais rico de toda a livraria naquela noite.

Se o tempo futuro é um ativo em potencial, uma história bem vivida revela um tipo de riqueza que nenhum governo pode confiscar ou tributar. É o caso do designer Percival Lafer. Aos 82 anos de idade, em plena atividade à frente da Lafer – tradicional marca de móveis articulados e cultuados internacionalmente – ele veio acompanhado por sua esposa, Branca, para prestigiar a iniciativa da Suno Research em seu esforço para levar educação financeira para cada vez mais pessoas.


Tiago Reis, Branca & Percival Lafer, Jean Tosetto: encontro de pessoas e livros. Foi o livro do MP Lafer que proporcionou ao seu autor ingressar no time da Suno Research. [Foto: Emerson Castro]
Tiago Reis, Branca & Percival Lafer, Jean Tosetto: encontro de pessoas e livros. Foi o livro do MP Lafer que proporcionou ao seu autor ingressar no time da Suno Research.

Dividendos e agradecimentos recorrentes

Reconheço em Enzo e Percival o perfil dos vencedores, que são aqueles que combinam a humildade de um garoto ávido por conhecimento, com a generosidade de alguém que já trinfou em seus intentos e, mesmo assim, não se faz de rogado. Ao registrar nossos agradecimentos para ambos, os estendemos para todos que fizeram do lançamento do Guia Suno Dividendos um ato simbólico de bem querer ao próximo.

Veja também:

2 comentários:

  1. Parabéns, Jean, por esse texto e pelos seus livros. A cada novo livro ou texto escrito o gosto pelas letras saltam aos nossos olhos. A junção das letras em palavras e palavras em frases, quando acrescidas de conhecimento e sabedoria, oferecem uma leitura prazerosa e frutificadora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço o incentivo mesmo sem saber quem o redigiu. Dizem que as palavras tem poder e começo a acreditar, pois as palavras estão ditando um novo rumo em minha vida. Abraço!

      Excluir