Residência Manzan no Quinta d'Oliva em Paulínia - 2016~2017

A fachada da casa, voltada para a face oeste, onde o sol se põe, possui a janela dimensionada para mesclar a fonte de luz natural da sala, sem levar excesso de calor para o interior da edificação, no período da tarde.
A fachada da casa, voltada para a face oeste, onde o sol se põe, possui a janela dimensionada para mesclar a fonte de luz natural da sala, sem levar excesso de calor para o interior da edificação, no período da tarde.

Terrenos menores, casas menores. Esta é uma tendência no mercado imobiliário de Paulínia, depois que a região entrou no radar das grandes construtoras nacionais de apartamentos, inflacionando o preço das glebas. Além do mais, a opção por uma vida mais simples é um comportamento verificado nesta geração.

O Residencial Quinta d'Oliva é um pequeno condomínio localizado no Bairro Morumbi, em Paulínia. Assim como ocorre nas imediações de Santa Terezinha, este empreendimento surgiu a partir de antigas chácaras que não foram comercializadas com as construtoras de edifícios de apartamentos, que geraram um grande estoque dos mesmos na cidade.

O lugar é composto por uma pequena praça central com quiosque de lazer, brinquedos, piscina e quadra esportiva, circundada por uma alameda cujo trânsito se dá no sentido anti-horário. Nas laterais ficam os lotes residenciais: oito de cada lado. Na frente, a portaria de segurança é adornada por um jardim.

Esta configuração recria o ambiente de antigas vilas paulistanas, onde crianças brincavam na rua sem que seus pais ficassem preocupados - motivo pelo qual o casal adquiriu um lote no condomínio para construir uma casa, com vistas a criar o filho pequeno.

Numa residência térrea com área construída comedida, é imperativo promover a integração de cômodos sociais, como sala de estar e jantar, com a cozinha e a varanda de lazer aos fundos.
Numa residência térrea com área construída comedida, é imperativo promover a integração de cômodos sociais, como sala de estar e jantar, com a cozinha e a varanda de lazer, aos fundos.

O terreno de 300 m², com 12 metros de largura por 25 metros de profundidade, permitiu o desenvolvimento de projeto para uma casa térrea com 167 m². Em linhas gerais o programa foi divido em dois setores: a suíte, dois dormitórios e o banheiro social ficaram agrupados na porção esquerda do lote, orientados para a face norte, diante de um corredor externo cuja largura permite a passagem de veículos atrás da garagem. Em oposição ficaram as salas de estar e jantar integradas com a cozinha e a varanda gourmet aos fundos, que por sua vez dá acesso à lavanderia e a um depósito.

A cozinha com ilha central e coifa sobre o cooktop foi um pedido expresso do casal, que levou para a casa nova alguns móveis tradicionais da residência anterior, temperando o novo ambiente com boas lembranças.
A cozinha com ilha central e coifa sobre o cooktop foi um pedido expresso do casal, que levou para a casa nova alguns móveis tradicionais da residência anterior, temperando o novo ambiente com boas lembranças.

Na sala de jantar, a fonte de luz natural vem da face sul, razão pela qual foi possível conceber uma grande porta de correr envidraçada, sem que isso criasse também uma fonte de calor, por causa da luz difusa que não traz raios solares diretamente para o cômodo. Sequer foi necessário instalar uma cortina em tal esquadria. A ventilação cruzada que a mesma oferece para a edificação ocorre quando as portas dos dormitórios ficam abertas para o hall interno. No outro sentido, fachada e fundos se comunicam diretamente, por causa da integração dos ambientes, promovendo a constante troca de ar, quando portas e janelas estão ao menos parcialmente abertas.

Esta mesa foi concebida pelo próprio Manzan. Ela usa vigas de peroba, oriundas de um telhado de mais de 40 anos, sob um tampo de vidro temperado. A simplicidade e a beleza para decorar o ambiente da churrasqueira.
Esta mesa foi concebida pelo próprio Manzan. Ela usa vigas de peroba, oriundas de um telhado de mais de 40 anos, sob um tampo de vidro temperado. A simplicidade e a beleza para decorar o ambiente da churrasqueira.

As cores claras das paredes, de matizes orgânicas, permitem que os móveis de madeira aparente, vindos da residência anterior do casal, ganhem protagonismo na decoração dos ambientes. Nem tudo precisa ser 100% novo numa casa nova - inclusive o carro, que se for antigo e bem conservado, deixará o conjunto ainda mais bonito e charmoso.

Anterior - Próximo (breve em JeanTosetto.com)

Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário